Acupuntura


    

Quais aplicações da Acupuntura?

Dores, inflamações (ites),rinite, sinusite, tendinite, etc..., constipação intestinal, síndrome de abstinência alcoólica e tambémnicotina, insônia, alergias, TPM, regulação da imunidade, obesidade, ansiedade, depressão como age nestes casos, liberação de serotonina que combate adrenalina e atenua a depressão. Entretanto não atua nos conflitos emocionais de modo que, se a pessoa não se submeter a um tratamento psicanalítico ela terá atenuado os sintomas entretanto,. ela poderá controlar uma ação mas não resolverá seus afetos. (explorar este tema até o final explicando a diferença entre controlar-se e resolver-se trazendo a tona exemplos como aqueles das pessoas submetidas a cirurgias de redução de estômagos que migraram suas compulsões para outros objetos. Nosso diferencial no tratamento de Acupuntura QUALIDADE: Trabalho realizado por profissional capacitado de conhecimento amplo, aprofundado e especializado nas ciências da saúde, incluindo Psicossomática. Utilizamos técnicas assépticas, agulhas esterilizadas, produtos de excelência hospitalar que removem os agentes biológicos potencialmente causadores de infecções, priorizando higiene e segurança, Consideramos imprescindível a Anamnese (histórico) holística com abordagem Psicanalítica detalhada que potencializa a ação das agulhas e modalidades diversas, esclarecimento sobre a estimulação neuroquímica das agulhas embasada em comprovações científicas que acatam a Acupuntura não mais como uma terapia alternativa e sim como um método científico. RECURSOS: Eletroacupuntura (aparelho de última geração com faculdades inovadoras e muito potentes), Eletroneuroestimulação, (indicado para tratamento de depressão, ansiedade, otimização de memória e diminuição de episódios de convulsão), Acupuntura auricular, sistêmica, Craniopuntura, Quiropuntura, Moxa e Ventosaterapia. LOCAL: Fácil acesso com vaga para estacionar, Pompeia, Zona Oeste. INFORMAÇÕES ADICIONAIS: A acupuntura é oriunda da Medicina Tracicional Chinesa, acredita-se que tenha sido utilizada por volta de 3.000 a.C. Tem despertado interesse como especialidade de várias categorias profissionais desde as primeiras comprovações científicas de seus resultados analgésicos e antiinflamatórios, contudo, os resultados não se limitaram apenas nestas aplicações, hoje temos fundamentações no âmbito centífico também com AÇÃO REGULADORA IMUNOLÓGICA, ou seja, a acupuntura aumenta a imunidade do organismo conseguindo com isto, que o nosso organismo reconheça e defenda nossa saúde de patologias oportunistas evitando-nos os dissabores conseqüentes das doenças infecciosas e também agindo na destruição de células cancerígenas; e quanto as doenças denominadas auto-imunes, que nada mais são que patologias causadas pela ação de nosso sistema imunológico, investidos na empreitada de um auto-ataque, ou seja, nosso sistema de defesa agredindo a nós mesmos, a ACUPUNTURA, diminui a ação das células específicas, de modo a, tratar a lesão. ACUPUNTURA também exerce ação mobilizadora de vários componentes químicos fisiológicos favorecedores da recuperação de tecidos e equilíbrio fisiológico conhecido como homeostase com o benefício de não haver reações adversas, ou seja, nenhum efeito colateral desagradável, porque a acupuntura estimula nosso para aumentar seu poder de trabalho, resgatando o que é denominado de homeostase, que é o equilíbrio ativo de nossa fisiologia, que mantém nossa higidez. Por isto acupuntura não causa dependência, ou seja, não há necessidade de fazer muitas sessões para obter-se resultados efetivos. Eu pessoalmente não ofereço pacotes, pois, é comum meus clientes virem com indicação de 10 sessões, sentirem resultados já na primeira (habitual, esperado), e serem tratados no número de 3 ou 4 sessões, der modo, que a alta será determinada pelo cliente. Acompanhei pesquisas em que, os sujeitos diagnosticados com depressão, baseados na dosagem de serotonina e sintomas clínicos, foram submetidos à sessões de acupuntura e o resultado da elevação total, saudável, do nível desta substância antidepressora, fora obtido em apenas 4 sessões e perdurou pelo período de até 1 ano após o término da última sessão. A acupuntura não age apenas no foco principal, ela compreende todos os elementos do corpo humano otimizando a saúde como um todo. É comum um cliente procurar o profissional com um problema e ter sido beneficiado também em outro; por exemplo: O foco principal seria resolver a tendinite, mas quando o cliente retorna refere ter percebido melhora no sono, pele, ansiedade e dores lombares, a freqüência deste fato, dificulta desvencilhar a Acupuntura de uma panacéia, pois, no tratamento temos muitos recursos à serem utilizados, e um deles é a possibilidade de escolhermos pontos específicos para cada cliente visando tratar as suas patologias e características próprias, ou seja, pontos singulares e personalizados na ACUPUNTURA SISTÊMICA (corpo), e em todas as sessões sugerimos repetir este mapeamento na ACUPUNTURA AURICULAR (orelha), que tem como objetivo potencializar a ação do tratamento realizado no consultório para que perdure no decorrer da semana. Abaixo encontraremos uma lista de algumas das patologias tratáveis pela Acupuntura: - Quaisquer inflamações, ou seja, as famosas “ites” - Bursite, colite, diverculite - diverticulose, labirintite, rinite, sinusite, tendinite - Acne(espinha), alcoolismo, alergia respiratória, alergia cutânea, ansiedade asma, bronquite, cefaléia(dor de cabeça) constipação, dependência química, depressão, dores em geral(ex: dor lombar(lombalgia), dor cervical, “dores nas costas", punho, cotovelo, ombro, joelho, tornozelo, etc), estresse(stress), faringite, hérnia de disco, gastrite, gripe, gota, insônia - L.E.R.(Lesões por Esforços Repetitivos), nevralgia do trigêmeo, obesidade, pânico, paralisia, resfriado, rouquidão - Seqüela de acidente vascular cerebral(derrame), tabagismo, torcicolo, zumbido, entre outras. A Acupuntura hoje não é mais considerada uma terapia alternativa e sim um método científico com vastas comprovações de efetividades no tratamento de pelo menos 461 doenças. Este método é utilizado há mais de 5.000 anos e foi acatado e desenvolvido pelos Chineses, de modo que, a sabedoria chinesa associada a este método priorizava não só o alívio de sintomas, mas também a promoção da saúde compreendida pelo todos, aqui no ocidente infelizmente nossa visão é fragmentada, por exemplo: no curso de medicina estuda-se técnica e exclusivamente o corpo, enquanto no de psicologia apenas a mente. Já sabemos, conhecemos, visualizamos, testamos muitas das ações da acupuntura e uma importante delas é sua ação direta no Sistema Nervoso Central, pelo estímulo nas terminações nervosas livres, que são ramificações de nosso cérebro que estão concentradas em nossa pele, esta ação favorece a produção e liberação de substâncias neuroquímicas importantes para a manutenção de nossa saúde que são reguladoras do humor, saciedade, libido, relaxamento muscular, modulação da dor, ativação da memória, coordenação motora, circulação, metabolismo, alívio de dor, entre outras variadas ações. A Acupuntura quando realizada dentro das técnicas assépticas com materiais descartáveis e dentro de uma rotina de higienização é um método seguro, sem efeitos colaterais e sem contra-indicação. Em relação a Acupuntura não falamos em contra indicação do método e sim de pontos que podem tornar-se inúteis em alguns casos, por este motivo é necessário o que chamamos de Anamnese, que é o um histórico pormenorizado onde levantamos todas as questões físicas e emocionais relacionadas, para que a partir deste histórico seja escolhido pontos específicos para cada cliente que serão reavaliados nas próximas sessões. O método da Acupuntura é muito eficaz, destacando-se na aplicação de combate as dores e inflamações. Sua ação contra a dor se dá pela liberação de duas substâncias que atuam em nosso cérebro, a endorfina e serotonina, e no caso da inflamação o que causa a morosidade para a reconstrução é a interpretação de nosso sistema imunológico que a entende como um agente invasor e ataca ainda mais o tecido já afetado, neste caso, a Acupuntura atua por três efeitos cruciais, o primeiro pelo alívio da dor, segundo pela capacidade de regulação imunológica e terceiro é ocasionado pela reação as agulhas que favorece o aumento de circulação sanguínea local rica em nutrientes oxigênio e glicose que potencializa a ação reparadora da estrutura lesada. Contamos com os recurso da Acupuntura Auricular (orelha), Craniopuntura (cabeça) Sistêmica (corpo), Quiroacupuntura (mãos), moxaterapia, ventosaterapia, laser e eletroacupuntura com ou sem agulhas, que visam acentuar o poder desta técnica

Qual a origem da Acupuntura e suas ações fisiológicas?

Não se tem comprovação da origem exata. Entretanto há 5.000 anos ela foi incorporada pelos chineses que a utilizaram e notaram as evidências de seus resultados, explanação mais abrangente sobre os acupontos (baixa resistência elétrica e maior quantidade de term. nervosas Livres), localizador de pontos, comprovação científica e ações no sistema nervoso central liberação e estímulo de produção de substâncias neuroquímicas. 1. Qual a diferença entre a auricular e sistêmica? Sistêmica visa além do tratamento local a reparação do movimento energético de todos os elementos que compreendem o corpo humano acatando aspectos emocionais como: raiva, alegria, preocupação, tristeza e medo. Auricular; mais simples, mais recente, japonesa atuação local, considerando combate a ansiedade.

Back to top

Psicossomaticista, Psicanalista, Terapeuta Cognitivo Comportamental, Acupunturista.

Rua: Marapuama 64 - Alto da Pompeia - 05060-030 - Tel: 11-3835-2003

© 2015 CRP: 06/111088 CORENSP: 0122880 - Psicologia, Acupuntura e Massagem ·